Antonio Vieira

Compartilhe
  • Formação: Superior
  • Cidades em que atua como síndico: Joinville, Jaraguá, Barra Velha e Piçarras
  • Tempo de atuação como síndico: 8 anos
Foto: Divulgação

Qual o maior problema que já teve que resolver como síndico?
A incompreensão de que a vida em condomínio é compartilhada, depende da responsabilidade e colaboração de todos para que haja harmonia, ordem e segurança.

Qual a situação mais engraçada ou inusitada que já presenciou nos condomínios?
Inusitado, o falecimento de um condômino. É uma situação muito delicada, embora devesse ser normal, porém, não estamos preparados para a morte. Consolar, apoiar os que ficam é um grande desafio e o Síndico deve mostrar compaixão e estar presente nesse momento dolorido. Se você quer saber o tamanho de sua “importância”, vá a um velório e fique observando o que acontece lá.

O maior desafio nas Assembleias?
É fazer com que as pessoas compreendam que, cada pessoa tem direito a ter uma opinião. Que a opinião contrária de seu vizinho não significa que ele o odeia e, que o limite de um começa onde termina o do outro. A vida em condomínio é um compartilhamento de responsabilidades e respeito ao próximo e, a coerência, a tolerância, e a compaixão são valores essenciais para uma harmonia entre os condôminos.

Quem sempre esteve ao seu lado quando precisou?
Tenho “Deus” como minha fonte inspiradora e de sabedoria. Antes de tudo, converso com “Ele” e busco sua orientação para agir no mundo material, pois, tenho a compreensão que, tudo acontece no mundo espiritual, antes da manifestação no material.

Que legado deseja deixar?
Quero “fazer falta”, o dia que eu não estiver mais num determinado condomínio, ou na minha cidade, gostaria que esse fosse o sentimento das pessoas que ali ficarem. “Quero fazer falta.”

Conselho De Síndico para Síndico:
Respeito e auto-conhecimento acima de tudo, desenvolva inteligência emocional para saber resolver cada situação inusitada que você terá que enfrentar.

Uma dica para quem vai ser síndico pela primeira vez:
Primeiramente, é fundamental que a pessoa desenvolva conhecimentos sobre as RESPONSABILIDADES atreladas ao cargo, que tenha a consciência de que TRANSPARÊNCIA das contas do condomínio é fundamental.  Busque conhecimento em Direito Condominial, Engenharia de Obras, Inteligência Emocional, Gestão, além de conhecer muito bem o Regimento Interno e a Convenção de seu condomínio.

Como é o síndico do futuro?
É um profissional multifuncional, deve nutrir um profundo gosto por “pessoas”, ser organizado, proativo e disciplinado. Conhecedor da área de Gestão, com habilidades em resolução de conflitos e conhecimentos em Engenharia Civil, Direito Condominial, Tecnologia, Peculiaridades e Normas aplicadas ao setor (NBR), 

Recado para os condôminos:
Conheça e respeite o regimento interno. Participe das assembleias, pois, se você não participar, outros decidirão por você e, como diz o ditado: “os ausentes nunca tem razão”.

Quem é você?
Sou um aprendiz, defensor da Justiça, da Lei e da Ordem, da Prevenção como prática de vida, da Verdade como fator fundamental nas relações humanas, de valores conservadores como família tradicional (homem x mulher), cultivador do respeito ao próximo, da democracia, da liberdade do indivíduo, do direito da criança ao aprendizado sem doutrinação nem erotização precoce nas escolas, defensor da vida e do combate a corrupção do meio social.     

Compartilhe alguma case bacana do(s) condomínio(s) que administra, que tenha gerado economia, ou contribuído para a integração dos condôminos, ou alguma ação de sustentabilidade, etc.
Nos condomínios que administro é comum que alguns resultados sejam facilmente percebidos por todos, como: Comunicação ágil e efetiva, economia de gastos, otimização de recursos e contratos, eventos de integração entre condôminos e e agilidade na resolução de conflitos e problemas. Na vida em condomínio isso é algo recorrente, pois onde há pessoas, há problemas para serem administrados e também há oportunidades para serem exploradas. Procuro explorar as oportunidades sempre com otimismo, comprometimento e seriedade, pró-atividade e senso de justiça. Essa é minha marca.

Compartilhe

Leia também